O ato será realizado na Praça Barão de Guaraúna, em frente à Igreja dos Polacos. Está sendo organizado por professores da UEPG, para protestar contra o massacre feito pela polícia militar no dia 29 de abril sobre os servidores públicos, enquanto os deputados estaduais aprovavam, a portas fechadas, o projeto que muda o funcionamento da ParanáPrevidência.

 

O SindUEPG convida toda comunidade universitária para trazer suas velas e participar da manifestação, que faz parte de uma série de atividades que os docentes vêm realizando durante a greve reiniciada no dia 22 de abril.

Também estará presente na praça a exposição fotográfica “Massacre 29 de abril”, feita pelos alunos do projeto de extensão Lente Quente, do curso de Jornalismo da UEPG.