O mês de julho marca o período de sete meses após a implantação do aplicativo Moovit no transporte público de Ponta Grossa. Apesar do potencial para facilitar as viagens dos usuários de ônibus na cidade, o aplicativo ainda segue com alcance limitado.

 


A ideia do aplicativo é mapear e cruzar informações das 99 linhas e aproximadamente 2600 pontos de ônibus em Ponta Grossa. Com isso, o usuário do transporte público pode ter, em qualquer dispositivo móvel, informações sobre qual seria a melhor rota e informações sobre tempo gasto entre a espera do ônibus e o deslocamento até determinado destino.


“Ajuda principalmente quando preciso fazer uma rota que não estou acostumado e também no período da noite, quando algumas rotas são alteradas”, conta o estudante Lauro Souza, que usa o Moovit desde abril.

 

Criado por uma empresa israelense, o Moovit está presente em 65 países e mais de 1000 cidades. Ponta Grossa foi o quinto município paranaense a ter cobertura do aplicativo. O lançamento oficial na cidade foi realizado em dezembro, depois de cerca de dois meses de fases de testes.


Uma grande limitação do aplicativo é a necessidade de conexão com a internet para buscar rotas novas ou informações adicionais no Moovit. Para que o acesso possa ser feito de forma offline, é necessário outro aplicativo, chamado Here, que serve como um complemento.


Em Ponta Grossa, também não há a função de acompanhar os veículos em tempo real – algo presente em algumas outras cidades - o que faz com que o aplicativo não consiga prever atrasos e outros problemas que possam mudar o tempo de viagem.


“Eu costumo pegar o mesmo ônibus quase todo dia, então acaba que já sei o horário aproximado em que ele vai passar”, conta o comerciante Roger Taques. A ideia é reforçada por outros usuários do transporte entrevistados na apuração do Portal Comunitário. Para a maioria, o fato de já saber a média de horários dos veículos em cada ponto por conta do uso cotidiano dispensa o uso do Moovit.


Já para o aposentado Múrcio Torres, o problema é outro: “Eu não sei nem fazer ligação direito com o celular”, brinca o passageiro em um dos pontos de ônibus em Ponta Grossa em relação à falta de habilidade com o aparelho móvel.


Outra função tida como relevante pelos criadores do aplicativo é a de alertas. Por meio do Moovit, o usuário pode reportar atrasos, lotações, incidentes e outros fatores em relação aos veículos. Durante a apuração, em Ponta Grossa, não foi possível identificar alertas nas linhas da cidade. Segundo informações da Viação Campos Gerais, foram realizados na cidade cerca de 32 mil downloads do aplicativo.

 

11/12/2015: Moovit, aplicativo gratuito de informações do transporte público, é lançado em Ponta Grossa

 

Salvar