uampg1-16-05-11Líderes comunitários de Ponta Grossa se juntam para organizar um grupo de influência política, o Grupo dos 30. O intuito é mudar o foco da política municipal que, de acordo com o presidente da UAMPG, Paulo Santos, desconsidera as comunidades locais.

 

A importância das associações de moradores para o município

Projetos de cultura e esporte não chegam às comunidades de PG

Professor discute representação política e papel da sociedade organizada

 

EDITORIAL: Seja como for, a lacuna do descaso à periferia precisa ser preenchida

 

Paulo Sérgio dos Santos, presidente da União das Associações de Moradores de Ponta Grossa (UAMPG) desde 1º de abril, conta que a liberação de recursos para uma associação de moradores depende da articulação dos presidentes junto ao poder público.

“Além disso, para que um projeto liberando recursos seja aprovado em plenário, sancionado pelo prefeito e liberado à determinada associação, é preciso que ela esteja em dia com toda sua documentação. A Prefeitura tem verba destinada para associações, mas tudo depende da articulação do presidente local”, frisa.

Com relação aos problemas enfrentados pela associação do Jardim Esplanada, o dirigente da UAMPG garante que a União está pronta para atuar no que for necessário. “O presidente da associação tem que vir até nós e dizer que problemas enfrenta pra que possamos ajudar. Todo apoio será dado. Acontece que o presidente do Jardim Esplanada ainda não veio [depois de 1º de abril] nos procurar”, alega.

Para se evitar problemas com caseiros, Santos aponta a necessidade de gerenciar a situação destes juridicamente. “Deve haver um bom contrato que mostre quais serão as responsabilidades dos caseiros e isso pode ser feito com muito bom senso numa conversa de ambos”, aconselha.

O presidente da UAMPG declara ainda que para a limpeza do terreno, a associação precisa protocolar um pedido junto à Prefeitura que ela enviará maquinário e pessoal para a realização do serviço.

“Garanto que em no máximo 15 dias a Prefeitura realiza a limpeza. Mas não precisa nem mesmo o presidente da associação protocolar um pedido, pois os moradores também podem fazer isso”. 

Santos destaca o papel da UAMPG na mediação com as associações: “Se o presidente do Esplanada nos acionar, cuidaremos de todo o processo. O que não fazemos é passar por cima da hierarquia da associação local”, afirma.

Leia o Editorial: Mudanças dependem do nível de envolvimento da comunidade

Bloco anterior: Conflitos marcam relação entre presidência local, associação vizinha e caseiros

uampg-20-04-11O novo presidente da UAMPG reuniu integrantes de órgãos e associações para discutir parcerias para realização de projetos. Associações de moradores, Conselho de Entidades e ACIPG estiveram presentes.




altManter ações como o programa ProJovem Urbano, curso técnico para mulheres e a integração da comunidade é apenas o início da missão da nova diretoria da associação. Resolver os problemas de segurança do bairro, trazer a capela mortuária e conseguir o recapeamento das ruas esburacadas por onde os ônibus passam vai fazer parte da rotina de Luiz Camargo, eleito presidente com mais de 50% dos votos.

uampg-20-05-10 A União das Associações de Moradores de Ponta Grossa (UAMPG) paralisou a realização dos eventos programados e as atividades nos bairros por conta de uma intimação recebida no dia 28 de Abril deste ano. A entidade espera a regularização da situação na Controladoria Geral a respeito de supostos desvios e prestação equivocada de contas referente à gestão de 2004.

A União das Associações de Moradores de Ponta Grossa (UAMPG) completa 22 anos na próxima quarta-feira, 14 de abril. A entidade,que compreende atualmente 150 associações, atua no auxílio a processos legais, como a organização de eleições e o protocolamento de ofícios encaminhados à prefeitura municipal. Membros da UAMPG contam algumas dificuldades que sofreram no passado e o que ainda enfrentam, como a falta de patrocínio em eventos.

As inscrições para os que estavam interessados em fazer parte da nova direção da União das Associações de Moradores de Ponta Grossa (Uampg) terminaram nesta sexta-feira, 23. Apenas duas chapas se apresentaram para o pleito, que acontece no dia 31 deste mês.
Frajola (à esquerda) é presidente da chapa "Pra Frente... União".
Paulo Sérgio (à direita) é o vice-presidente da chapa "Renovação e Ação".


O prazo para as inscrições das chapas que pretendem concorrer à diretoria da Uampg encerrou nesta sexta-feira, 23. Segundo o presidente da comissão eleitoral, Paulo Saincler Heusi, as inscrições foram tranqüilas e organizadas.

“A comissão eleitoral é responsável por manter essa organização. Somos em sete, mas na verdade, apenas dois realmente atuam”, afirma Paulo.

Todas as associações de bairro inscritas na Uampg, e que estejam legalmente atualizadas, têm direito ao voto. Atualmente 75 associações de moradores se encontram nessa situação, mas, de acordo com a comissão eleitoral, apenas os presidentes dessas entidades podem votar.

A Uampg é composta por duas diretorias: a deliberativa (também conhecida como “conselho”) e a executiva. Por isso, cada chapa inscreveu duas formações de diretorias. Porém o eleitor pode escolher uma diretoria de cada chapa, ou as duas da mesma, conforme for sua opção. Esse ano, apenas duas chapas se inscreveram, e cada uma com candidatos para as duas diretoria.

Chapa “Pra Frente... União”
Diretoria executiva:
Presidente: Frajola (Santa Paula III)
Vice-Presidente: Fernando Cesar (Guaragi)
1º Secretário: Joarez Vieira da Rosa (Nossa Senhora das Graças)
2º Secretário: Aloizio Pereira da Rosa (Jardim Esplanada)
1º Tesoureiro: Delci Maria Bonatto (Jardim Maracanã)
2º Tesoureiro: Ivonete Sembarski (Estrela do Norte)
Diretor de Patrimônio:Onadir Mendes de Andrade (Borato)

Diretoria deliberativa:
Presidente: João Moacir Cenovicz (Francelina)
Vice-Presidente: Sérgio Ferreira Doszanet (Sâmara)
1º Secretário: Antônio Silva (Los Angeles)
2º Secretário: Sebastião Gomes de Araújo (Pinheirinhos)
3º Secretário: Osmar José Cordeiro (Santa Paula I e II)

Chapa "Renovação e Ação":
Diretoria executiva:
Presidente: José Alcione Lemes de Lima (Pinheiros)
Vice-Presidente: Paulo Sérgio dos Santos (Santana)
1º Secretário: Idson Souza Pinto (Rio Verde)
2º Secretário: Osni Machado (Cel. Cláudio)
1º Tesoureiro: Aristeu Vicente da Silva (Curitiba)
2º Tesoureiro: Fátima Aparecida Antunes (Vilela)
Diretor de Patrimônio: Carlos Eli Cândido (Pimentel)

Diretoria deliberativa:
Presidente: Samuel Augusto Turek (Pitangui)
Vice-Presidente: Ademir Correa Pedroso (Mariana)
1º Secretário: Magno José de Souza (DER)
2º Secretário: Roseli Vieira do Nascimento (Sta. Bárbara)
3º Secretário: Celso de Paula Rocha (Barreto)altalt

A União das Associações de Moradores de Ponta Grossa (UAMPG) é composta por voluntários que são eleitos dentro das associações. A entidade sobrevive através de doações dos presidentes e das associações de moradores. Não existe vínculo com a prefeitura.

altA União das Associações de Moradores de Ponta Grossa, Uampg, inicia seus trabalhos em 2009 com o auxílio para o preenchimento das declarações de renda e da Rais.
A preocupação é de que todos os seus associados consigam entregar as informações dentro dos prazos, que terminam no fim de abril.

alt“Vai pra cima, ô!”, gritava um homem na torcida para o Santa Lúcia, durante a antepenúltima rodada do Campeonato de Futebol Suíço. Quando o jogo vai mal, vale pedir uma ajudinha para a família e os amigos.