O teatro é importante no desenvolvimento psicomotor de deficientes visuais. A prática também é um espaço de inserção sociocultural. Há três anos o Grupo Teatral da União dos Deficientes Visuais (Unidev) de Ponta Grossa participa de festivais no Rio de Janeiro e São Paulo. No último mês, foi premiado no 18º Festival Cristo Arte, com a peça Alma gêmea.

“Uma figura!”. Poucas expressões definem melhor José Paulo, vulgo ‘Paulinho’ ou ‘José Ceguinho’, fundador e presidente da União dos Deficientes Visuais (UNIDEV) de Ponta Grossa. Dono de um enorme senso de humor, o homem de 38 anos parece levar a vida brincando.

Começa na sexta, dia 17, a segunda etapa dos Jogos Paranaenses de Basquete de Cadeira de Rodas. A equipe Fantasma, da Unidev, e a equipe Tubarões, da Apedef, jogam na sexta-feira, a partir das 19h, no Ginásio Osni Vilaca Mongruel, do Colégio Sepam.

O grupo teatral da União dos Deficientes Visuais (Unidev) participou, nos dias 6 e 7 de setembro, do Festival Cenáculo de Teatro, em São Paulo. Dessa vez, por conta de imprevistos durante a viagem, o grupo não conseguiu o desempenho esperado na capital paulista.

No próximo sábado e domingo, dias 6 e 7 de setembro, o grupo teatral da União dos Deficientes Visuais (Unidev) participa do Festival Cenáculo de Teatro, em São Paulo. Com a peça ‘O esquisito’, o grupo pretende ganhar mais prêmios. No final do mês de julho, a peça venceu o Festival Cenáculo de Teatro, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.