Terceirização pode ser saída para a falta de segurança e de manutenção do parque

 

A prefeitura de Ponta Grossa pretende abrir, ainda neste mês, licitação para terceirizar a administração do local. A promessa é a saída encontrada pelo poder público para colocar fim à falta de segurança que põe em risco os usuários do ponto turístico.

Afogamentos e desovas afastam famílias do balneário Rio Verde
Prefeitura possui projeto de revitalização do espaço 

 

A área de lazer, localizada no bairro Uvaranas, sofre pela ainda pela falta de manutenção e pela ação de vândalos. Embora seja utilizado para recreação desde os anos 1930, o Balneário foi transformado, oficialmente, em parque somente há 23 anos. O parque fica próximo ao Campus Uvaranas da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e é frequentado pelos moradores da região.

Apesar do site da prefeitura enaltecer o potencial turístico do parque, o local não passa por manutenção há mais de cinco anos e atualmente sofre com problemas de estrutura sérios: banheiros sujos e quebrados, quiosques tomados por lixo e falta de pontes para que os frequentadores possam atravessar o rio.

O local enfrenta também problemas de segurança, o que tem feito com que a frequência dos moradores da região ao balneário diminua. “Tem que ter uma estrutura com uma pessoa morando ali dentro, com uma segurança. Na verdade, o parque não tem uma segurança própria", afirma o presidente da associação de moradores das vilas da região, Marcos Antônio Levandoski.

Segundo o morador e presidente da associação, a associação está em diálogo com a Prefeitura e a Secretaria do Meio Ambiente para criar, no Rio Verde e suas mediações, um parque ecológico. Para ele, o perigo do abandono do parque é a sujeira, provocada pela população, no arroio, e a falta de segurança.

Somente neste primeiro semestre de 2015, foram registrados, no parque, dois casos de morte, dentre eles um assassinato e um afogamento. "Há casos de morte no balneário por falta de atendimento de uma segurança adequada", ressalta.

Afogamentos e desovas afastam famílias do balneário Rio Verde
Prefeitura possui projeto de revitalização do espaço

Afogamentos e desovas afastam famílias do balneário Rio Verde
Prefeitura possui projeto de revitalização do espaço

 

Arquivo Comunitário

21/04/2015 - Moradores de Uvaranas já podem usufruir do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU)