Desde o início de dezembro, fiéis ponta-grossenses têm se revezado na acolhida da imagem sacra de Nossa Senhora de Aparecida, a padroeira do Brasil

No momento, a réplica da santa, que já passou por 10 capelas e pela Paróquia Bom Jesus, está na Cúria Diocesana de Ponta Grossa, onde fica até janeiro de 2016. Depois, ela segue viagem com destino à cidade paranaense de Imbituva. 

 

As últimas visitas da imagem de Nossa Senhora de Aparecia aconteceram dias antes do Natal. A imagem passou em algumas capelas, como a Divina Pastora, na Vila Tavares e a Igreja Nossa Senhora Aparecida, da comunidade de 31 de março.  A última visita  foi na igreja Bom Jesus do bairro Uvaranas.

Em vez de as romeiras e os romeiros viajarem até o Estado de São Paulo, a imagem viajou até os fiéis. “Foi um momento forte na fé. É como se eu estivesse entrando na basílica em Aparecida. Que alegria para o meu coração mariano tocar, cantar e caminhar ao lado da mãe Aparecida”,  conta a fiel e catequista Dionéia Aparecida de Lima.

No deslocamento de uma Igreja a outra, uma bolsa é mantida presa na parte de trás da imagem para os fiéis depositarem seus pedidos. A peregrinação da santa é realizada dentro das solenidades para comemoração dos 300 anos da aparição da imagem no Brasil, o marco religioso que será celebrado no ano de 2017.

Segundo a coordenação da iniciativa, a imagem passará por cerca de 370 igrejas e capelas da região. A peregrinação está sendo feita não somente no Paraná, mas por todo o Brasil.

Segundo o site do evento, “2015 marca o primeiro ano do triênio preparatório dos 300 anos. Imagens peregrinas estão sendo enviadas a diversas arquidioceses e missionários redentoristas levarão, a cada capital do país, uma imagem fac símile da padroeira”, descreve.

A tradição católica sustenta que a imagem de Nossa Senhora de Aparecida foi encontrada no Rio Paraíba do Sul, em 1717, por três pescadores. Primeiro, foi encontrada a cabeça e, depois, o corpo da estátua. Porém, somente em 1930 ela foi instituída a padroeira do Brasil.

Segundo a Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Curitiba, durante a visita da imagem, nos diferentes estados brasileiros, serão colhidas porções de terra das capitais do Brasil para fazer uma coroa para a imagem de Nossa Senhora.