Depois de se reunir com dirigentes de todos os sindicatos do Paraná em Foz do Iguaçu para o processo de elaboração de pauta, o Sindicato dos vigilantes de Ponta Grossa (SEESV) organiza 10 assembléias da base, que começam no dia 29 de agosto e terminam em 27 de setembro.

O presidente do sindicato, Nilson Ribeiro, destaca que há 29 anos os vigilantes lutam pelas melhorias de trabalho.

Uma das reivindicações da assembléia prevê 5% do aumento referente ao INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) e mais 5% do aumento real.

Outra reivindicação da categoria é o aumento do vale alimentação: hoje os vigilantes recebem R$ 19,00 por dia e, agora, pedem um valor de 25 reais ao dia.

As assembléias acontecem nas cidades de União da Vitória, São Mateus do Sul, Palmeira, Castro, Jaguariaíva, Imbituva, Guarapuava, Telêmaco Borba, Irati e Ponta Grossa.