voceconsegue06-05-09O evento, realizado na última segunda-feira, 4 de maio, no Senai, teve o objetivo de captar voluntários e informar sobre o procedimento de doação.

A presidente da ONG “Você Consegue”, Josefa Schimit, conta que a doação é necessária para diminuir o sofrimento de milhares de pessoas portadoras de doenças relacionadas ao sangue, como a leucemia. O projeto de levar informações sobre o assunto iniciou em 2006.

 

Durante cada palestra, Josefa explicou todo o procedimento pelo qual se deve passar para se tornar um doador. Segundo ela, o primeiro passo é o cadastramento, que inclui a coleta de uma amostra de 10 mililitros de sangue.

Com esse primeiro passo, os dados ficam registrados no cadastro nacional (Redome) e, apenas quando compatíveis, o voluntário é convidado a doar. A presidente da ONG também ressaltou que não há riscos ao doador. 

Após a fala, foi aberto espaço para perguntas do público. Para o estudante do curso técnico em Eletromecânica Éder Rodrigues, várias dúvidas puderam ser esclarecias na apresentação.

Ele acredita que muitas pessoas não se tornam doadores por medo e egoísmo. “Eu sou doador de sangue há cinco anos, só tinha dúvida com relação à doação de medula sobre o tempo para se recuperar, mas agora já preenchi o cadastro”, diz.

De acordo com a pedagoga do SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), Andresa Popik (foto), no ano passado os alunos realizaram um mutirão para cadastramento, caminhando até o Hemepar.

"A palestra da Josefa mobilizou os alunos a tomarem iniciativa", afirma. Este ano, a novidade foi a coleta de amostras de sangue no próprio SENAI, realizada nesta terça-feira, 5 de maio.

alt