Dona Cidinha é a nova mãe da criançada e enfatiza com um grande sorriso que Natal é todo dia


Fazer o bem pra quem realmente precisa é gratificante. Por isso, a Casa da Sopa e os Anjos da Noite se uniram para promover uma ação de natal e alegrar a vida de quem vive com poucos recursos financeiros. Com cama elástica e piscina de bolinhas, a comunidade do Jardim Alto Alegre se divertiu com as brincadeiras do Papai Noel. As instituições envolvidas ofereceram almoço para todos e ainda distribuíram doces e algodão doce.

Aparecida Rodrigues da Silva, mais conhecida por Dona Cidinha, a responsável pela Casa da Sopa, conta que começou a fazer atos beneficentes quando parou de trabalhar por conta de problemas de saúde. “A Casa surgiu por amor, conseguimos construir a sede com o dinheiro da aposentadoria de meu marido”, afirma. Cidinha relata que começou atendendo pouca gente e que, hoje, já perdeu a conta de quantas famílias ajuda.

Além disso, Dona Cidinha complementa que tudo o que faz é com arrecadações, não há ajuda nenhuma do governo e que prefere desta maneira. Suas ações possuem tanto impacto positivo que, em 2014, ela recebeu o prêmio “Mulher Maravilha do século XXI - Eunice Miró Guimarães Cordeiro”, em março de 2014, na 5a Semana da Mulher.

O grupo Anjos da Noite, que também promove ações beneficentes, é o braço direito dessa senhorinha, ajudando sempre a fazer com que as arrecadações abranjam mais pessoas. Um dos integrantes, Gabriel Vimeiro, fala que a maior parte da ajuda que recebem vem de jovens. “É pra mostrar que nada está perdido, ainda há esperança na juventude”, argumenta. Vimeiro, que foi o Papai Noel do dia, reconhece o quanto é bom trazer alegrias para as crianças.